A sua melhor viagem é sempre a próxima

As Missões Jesuíticas

WP_20140221_022

Entre 1609 e 1818, no coração do Rio de La Plata, nos territórios da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, se desenvolveram as Missões Jesuíticas Guarani. Foram 30 povos organizados que chegaram a registrar 141.182 habitantes em 1732.

Estas Missões, também denominadas de reduções, foram aldeias indígenas organizadas e administradas por Jesuítas que tinham como objetivo civilizar e evangelizar os nativos. A ideia era criar um novo tipo de sociedade, com os benefícios e qualidades dos Europeus mas sem os vícios, ganâncias, corrupções e maldades da sociedade cristã europeia.

WP_20140221_034

Na realidade não eram aldeias e sim cidades, com planos urbanísticos muito bem traçados que eram seguidos com poucas alterações em todos os aldeamentos. A estrutura impressiona: Possuíam escolas, hospitais, fábricas, hospedaria, observatório astronômico, convento, prisão, asilo, capelas e igrejas. Tudo isso no meio da selva!

WP_20140221_100

Apesar das pressões e dos diversos problemas encontrados pelas missões, a partir do século XVIII, as missões jesuíticas na América tornam-se tão influentes que acabam acusadas de tentar criar um império autônomo. A partir de tal premissa, foram difamadas no continente europeu e na América. Em 1759, inicia-se um processo de expulsão dos jesuítas da América, que termina em 1773, com a dissolução da Ordem. Desta forma, o sistema de missões jesuíticas na América sucumbe e ocorre a disseminação dos povos nativos reduzidos.

Abandonados a própria sorte, destruídos pelas invasões portuguesas e paraguaias e posteriormente saqueados, o que restou das reduções fica como um exemplo de uma inédita experiência civilizadora. A riqueza arqueológica dos seus vestígios, a expressão urbanística do traçado das cidades, a história e as incríveis paisagens do Cuircuito Internacional das  Missões Jesuíticas vão te surpreender.

WP_20140220_017

30 assentamentos de índios Guarani integradas territorialmente, culturalmente e etnicamente constituíram a Província das Missões jesuíticas. 15 estão em território Argentino, 7 no Brasil e 8 no Paraguai.

Além das Reduções bem conhecida dos brasileiros, as Ruínas de São Miguel das Missões no Rio Grande do Sul, gostaria de destacar “San Ignácio Mini” na Argentina, e “Santísima Trinidad ” e “Jesus” no Paraguai, todas declaradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. Estas Missões são muito interessantes e belas, estão mais conservadas e localizadas em meio a incríveis paisagens.

WP_20140220_011

O espetáculo de luz e som é um atrativo extra na visita das Reduções Jesuíticas. Ali, os fatos são contados e revividos no local onde aconteceram e levam os visitantes a melhor experiência, que é viver a história em primeira pessoa. Com atores virtuais, efeitos multimídias,  imagens projetadas e muito bom gosto é possível vivenciar a história de uma nova maneira.

O espetáculo de luz e som acontece nas Reduções de “San Ignacio Mini” e “Santísima Trinidad” quando anoitece e o ambiente fica ainda mais envolvente.

WP_20140221_059

A melhor maneira de se chegar a estas Missões na Argentina e Paraguai é através de Foz do Iguaçu por terra, ou seja, você embarca nesta aventura passando por 2 fronteiras e ainda pode conciliar com uma visita as estonteantes Cataratas do Iguaçu.

WP_20140220_013

Fazemos roteiros para as Reduções de “San Ignacio Mini” e “Santísima Trinidad” e “Jesus”, com transporte, hospedagem, guia  e todo o necessário para este incrível mergulho na História do nosso continente. Entre em contato conosco e confira.

 WP_20140221_086

Fontes:
AZEVEDO, Antonio Carlos do Amaral. Dicionário de nomes, termos e conceitos históricos. 3a. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

COTRIM, Gilberto. História Global: Brasil e geral. São Paulo: Editora Saraiva, 2005.

 

Solicitar orçamento ou enviar uma mensagem